LE CORBUSIER & ORLEAN


COLEÇÃO LE CORBUSIER ESTREIA NA CASA COR SP
Arquiteto e urbanista inspira nova linha de papéis de parede exclusiva no Brasil

 Le Corbusier:
Charles-Edouard Jeanneret-Gris (1887-1965), conhecido como Le Corbusier, foi um dos arquitetos e urbanistas mais importantes do século XX e está entre os fundadores do modernismo. Desenhou edifícios em função dos moradores e com a preocupação dos seus arredores. Fazia design de mobiliário expressivo e desenvolvia linhas diferenciadas de papéis de parede. Era considerado um verdadeiro gênio criativo.




A Orlean apresenta uma grande novidade para a Casa Cor São Paulo 2014, que abrirá ao público no dia 27 de maio: o lançamento da coleção Le Corbusier no ambiente assinado por Eliane Mesquita. A profissional dedicou o espaço da “Galeria” para expor as inspirações e história do arquiteto e urbanista franco-suiço, um dos mais importantes do século XX, por meio de imagens e dos revestimentos de parede.

A Arte, marca belga representada com exclusividade pela Orlean no Brasil, contou com a colaboração das duas fundações de Le Corbusier para desenvolver a coleção. A Fundação Le Corbusier em Paris, que protege e administra a herança do arquiteto e a Les Couleurs Suisse AG, que detém os direitos exclusivos de fiscalizar e promover a 'Polychromie architecturale' (paleta de cores única desenvolvida por ele), permitiram o desenvolvimento deste ousado projeto.

A nova coleção é composta por cinco padrões exclusivos e uma gama de revestimentos de parede e cores simples que podem ser combinados entre eles. 
Papéis de parede:
- "Pavilion” combinam a preferência de Le Corbusier pela arte primitiva e a estrutura de tendas como a “Philips pavilion" da Expo 58, em Bruxelas. 
“Unity” fazem referência ao “ritmo” que o arquiteto dava ao adicionar janelas nas fachadas de seus edifícios, mais especificamente pelas janelas da "Unité d'Habitation” em Marselha. 
- “Stone” mistura a textura do concreto e do mármore, materiais que Le Corbusier gostava de usar e neste revestimento, dependendo da maneira que a luz incide, o brilho provoca mudanças na aparência do produto.
“Dots” teve como referência o  padrão pontilhado que Le Corbusier utilizou na concepção da sua própria coleção de papéis de parede, para a Salubra S.A. em 1931. Ele foi inspirado pelo papelão que ele muitas vezes usava em seus projetos, nas colagens e suas pequenas perfurações.  
- “Squares” referem-se à segunda coleção que criou para Salubra S.A. em 1959: grandes superfícies brancas cercadas por uma grade de quadrados pequenos. Os intervalos entre essas grades são interrompidos por intervalos regulares. O que é especial sobre este revestimento é que os designers não optaram por usar papel impresso tradicional, mas a técnica de pressioná-lo numa forma com uma tela usando o calor. O resultado é a impressionante interação entre superfícies planas e intervalos, claro e escuro, com um efeito 3D e ainda proporciona um conforto acústico aos ambientes.

A Arte já é muito conhecida em todo o mundo por criar produtos com ideias inovadoras, design e lançar novas técnicas para os revestimentos. Com a Le Corbusier não foi diferente, a marca transportou para os dias atuais os ideais progressistas do arquiteto para a nova linha no que se referem a sua concepção, materiais e técnicas utilizadas. Todo o legado do arquiteto serviu como fonte de inspiração.

Para maiores informações sobre esta linda coleção de papéis de parede visitem a Casa Cor São Paulo ou visitem um das lojas Orlean em São Paulo ou no Rio de Janeiro(www.orlean.com.br).
Bjo bjo


CONVERSATION

0 COMENTÁRIOS::

Postar um comentário

Faça seu comentário.

PESQUISE este blog

Instagram

@casacommoda